terça-feira, 23 de setembro de 2014

Deve ser do tempo

Não é que me sinta extraordinariamente cansada, ou stressada, ou sonolenta.
Com três miudos tenho noites e tenho dias. Tenho noites em que a minha miuda não quer dormir, e chama por mim 1 a 2 horas depois de a deitar. Tenho manhãs que o mais novo acorda às 6h30 e quer paródia.
O mais velho começou a escolinha e já vêm os trabalhos de casa e as preocupações (minhas, não tanto dele).
Sinto é que o tempo é cada vez mais curto e que estou sempre a correr. Ou vou a caminho do carro para ir a este ou aquele sítio. Ou estou num lado a pensar que estou a ficar atrasada para estar noutro.  Ou estou cansada com remorsos por me ir deitar e ter coisas para fazer.
Nem sei se é uma questão de (des)organização, ou a que tenho não dar conta do recado.
Sei é que tento chegar a todo o lado e sinto-me curta, não consigo lá chegar, estar.
Estou aqui a pensar no que poderia fazer se estivesse noutro lado. Nem cá nem lá.
Deve ser do tempo, da chuva ou espero eu uma fase que elas não matam mas moem.

1 comentários:

Paula Santos disse...

Keep calm and carry on!
:)

 

Template by Suck my Lolly