quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Deixa estar, não te preocupes, só para o ano é que as coisas pioram

Ah, é só para o ano? A mim quer-me parecer que não é bem só para o ano, mas ok, continuem lá a enfiar a cabecinha na areia, até porque está frio.
Se calhar sou eu, como não respiro bem por causa da constipação devo andar a privar em demasia o cérebro de oxigénio e ando a alucinar, senão vejamos:
Em 2013 os portugueses vão ter um “enorme” aumento de impostos e em 2014 o cenário poderá repetir-se mas, não era só para o ano?
Passos já admite pagamento de "propinas" no secundário cá para mim ensinavamos as pessoas a fazer uma cruz e mais nada, aprender a ler e a escrever para quê? Isto de ensino gratuito já deu o que tinha a dar.
ainda há margem para melhorar na Saúde e que não é possível deixar de fora cortes nas prestações sociais: “70’% da nossa despesa é com pessoal e prestações sociais. Não é possível não ir às despesas com pessoal e com prestações socais”. corta-se tudo. Prestações quê? Sociais? Servem para quê mesmo?
Mas há uma boa notícia: “Chegamos lá vivos. Por isso não me venham cá com a história que o mundo acaba a 21 Dezembro porque é mentira.

Façam o favor de ler os meus comentários em itálico de forma sarcástica, já que sou considerada uma pessoa demasiado preocupada com o futuro. Que querem sou assim, preocupada com o futuro, o meu e principalmente o dos meus. É um dos meus muitos defeitos, não consigo não ser.

2 comentários:

Maggie disse...

pois nada disto me admira, ja estou a contar com tanta coisa destas ha tanto tempo, mas isto sou eu uma dramatica de 1ª.
E ainda dizem que dou demasiada enfase ao dinheiro, pois dou e cada vez darei mais ja que sem dinheiro nao viveremos.

Bjos
Maggie

Fashionista disse...

Nada disto é novidade, como pode melhorar se estão a acabar com as empresas, a destruir a classe média!

 

Template by Suck my Lolly