segunda-feira, 25 de junho de 2012

Deu-me um fanico

Net
Acabei de consultar o meu recibo de ordenado, a medo confesso.
Este é o mês do subsídio, o mês dos seguros, o mês das despesas maiores que agendámos por ser o mês do subsídio.
Deu-me um fanico. Um ataque cardíaco. Subiu-me a tensão arterial. Fiquei atordoada.
Como tenho um ordenado enorme que paga a creche dos miudos e pouco mais, soube bem ver o valor restante do subsídio de férias.
Só me apetece mandar uma medalhita destas a quem teve a bela ideia de fazer cortes nos subsídios. Ah e outras igualitas a quem goza com a crise, e a provocou, e a quem de lembra de fazer cortes, pedir sacrifícios, impor taxas extras ao que trabalham honestamente e pagam para que os amigos, afilhados, sobrinhos, etc e tais possam ter os seus ordenados e afins por inteiro.
Sempre o mesmo a pagar. É só o que digo.
Já sabia do corte, já sabia o quanto, mas ver assim: preto no branco é um dor na alma.
Pronto, desabafei, mas não recuperei (e acho que não o farei tão cedo).

1 comentários:

Maria Pereira disse...

Fiquei como tu, zangada, de rastos, com vontade de bater em alguém... cá por casa o meu e do meu marido no recibo de vencimentos foi entrar e sair, só pode ser para gozar com os que pagam a crise para tudo o que disseste, nem apetece trabalhar... enfim, nem quero pensar mais no assunto, mas que doi, ai isso doi

Bjs

 

Template by Suck my Lolly