sexta-feira, 1 de abril de 2011

Para não me esquecer de mim

Porque eu existo, porque sempre me anulei e não sei viver sem isso, porque mereço, porque quero pensar em mim sem me sentir egoista, prepotente, presunçosa.
Aqui irão aparecer algumas coisas, não sei se muitas se poucas, mas apenas aquilo que me vier á mente. Aquilo que preciso de lançar cá para fora para não me esquecer de mim.
Do peso, do medo, da mulher que sou, de tudo. Sem interferir com o blog deles, o baby blog por eles e para eles.
Este é meu, o egoista, onde posso ser egocêntrica.

1 comentários:

Maggie disse...

E com todo o direito, lá porque somos Mães tbém temos direito ás nossas coisas, ás nossas causas, ás nossas futilidades,...

Beijinho
Maggie

 

Template by Suck my Lolly