quinta-feira, 23 de julho de 2015

Agora que as férias se aproximam

Dou por mim a pensar em como serão.
Não prevejo passeios lomgos na praia, será mais carregar baldes para fazer castelos de areia, bolinhos de areia e outras esculturas afins.
Não prevejo grandes momentos de lazer, senão vejamos:
- 1 casa
- 3 crianças entre 1 e 8 anos
- Eu, o meu marido, a minha mãe e o meu sogro, sendo que seremos alvo de visitas quase diárias, inusitadas, inopinadas, não anunciadas e outras convidadas
- a casa sofre obras de remodelação no momento e já estou escalada para as limpezas, uma vez que tenho tempo, pois estou de férias
- as limpezas, essas, já as faço em minha casa com pouca ajuda, de férias as pessoas estão a descansar, a repousar, a repor energias, a pouca ajuda será inexistente
- todos temos de comer, e se uns andam fartos de cozinhar para um, fartos de cozinha, serei a cozinheira de serviço, a máquina de loiça também, não esquecendo a roupa para lavar, secar e arrumar. Recuso-me a passar a ferro, embora o ferro exista, vou-me fazer de esquecida.....
- para fazer comer é preciso ter os ingredientes, que serão comprados em qualquer supermercado da zona, preferencialmente ns promoções. A par do ano passado, às comprar todos querem ir, é um belo passeio para ver mais isto ou aquilo para eu comprar mediante choradinho e/ou amuo (de adultos, as crianças neste aspecto estão de fora), mas já pago todos os outros ingredientes e detergentes, por isso o choradinho e / ou amuo vai virar birra
- não esquecer que na hora da sesta é preciso paz, sossego e não perturbar quem descansa, logo terei de controlar as crianças, adiantar o jantar que se quer a horas, fazer alguma compra inusitada e arranjar tudo para que quem está de férias e que após o jantar quer ir dar uma volta pela fresquinha, na qual também estou incluída
Eu preferia prever momentos de brincadeiras despreocupadas, mas prevejo apenas mais trabalho. E sim, não estoua a exagerar quando digo que é mais do mesmo para a mesma. No ano passado foi assim, neste ano já me avisaram sobre o que há para fazer, o que é preciso limpar / arrumar.
Entenda-se, eu sei que com crianças pequenas não dá para viver a pacotes de cereais e iogurtes. Que é preciso fazer comer, tratar deles e que não tenho vida nem carteira para andar em restaurantes. Mas queria férias, especialmente de pressões, de trabalhos, de afazeres, no fundo mais ajuda e não um eu estou de férias, eu estou cansado, eu fartei-me de trabalhar ao longo do ano, eu estou numa idade em que me fartei de trabalhar toda a vida e nunca tive férias nem ajudas.
O que pretendo é aproveitar os meus filhos ao máximo, trabalhar com os mais velhos em assuntos escolares sem pressas nem pressões, mas que lhes são necessários. Estimular a linguagem e o desenvolvimento do mais novo. Fazer boas memórias, daquelas que guardamos com  carinho e tirar muitas fotografias, daquelas em que eu também apareço, independentemente de ser gorda, estar com cara transparente e macilenta, das olheiras, dos cabelos brancos e da roupa nada estilosa, mas com ar de quem se está a divertir com eles e a aproveitar ao máximo os momentos da sua infância.
Antes das férias que referi acima e já estando de férias, tenho a minha casa para dar uma limpeza daquelas geral, em que se lavam janelas e paredes. Sou louca eu sei.
Não serão bem férias na verdadeira acepção da palavra, serão dias de ausência justificada ao trabalho, prevista por lei, em que terei os meus meninos 24h por dia.
Como prevêm as vossa férias?

2 comentários:

Gaiatas disse...

A isso se chama... férias a trabalhar! :\
Também passei uns dias com as miúdas... e não passaram de uns dias com as miúdas com as rotinas diárias, mas com piscina à porta -preocupação redobrada-.

Magda E. disse...

o que é isso férias?! é que sinceramente já não sei bem o que é! parece que tu tb não vais saber!

 

Template by Suck my Lolly