segunda-feira, 13 de maio de 2013

Não gosto

Que tentem impor a sua vontade só porque sim, porque sabem mais, porque são mais velhos e porque assim podem controlar os outros.
Que digam que têm razão porque como são mais velhos, já viveram mais, já sabem mais e têm mais experiência.
Que imponham o que se deve fazer ou não fazer, como viver, como gastar o dinheiro ou saber em que é que se gasta só porque são nossos pais.
Que queiram saber de todos os passos, todos os assuntos, mesmo aquiles que dizem respeito a outros, que nos contaram ou não em confidência.
Que achem sempre que os filhos dos outros são melhores. Que os netos dos outros é que sabem.
Que se tentam mostrar superiores e que sabem melhor como educar as crianças quando têm plateia, sendo inclusivé demasiado intransigentes, e quando a plateia vai embora não queiram saber das crianças, não brinquem com elas, só apontem defeitos e  manias que são culpa dos pais.
Que digam que os meus filhos são uns coitadinhos porque nunca vão aqui ou ali, que os educo mal só porque não prestam vassalagem, que estão sempre encafuados em casa, que jogam demasiado ou vêm demasiada televisão, quando são incapazes de os levar a qualquer lado porque: 1 - gastam dinheiro, 2 - a gasolina está cara, mas se for no meu carro é barata, 3 - não possam perder a novela/filme/que seja mesmo quando é impróprio para a idade deles, e como são avós, as crianças têm de: 1 - aturar o que está a dar na tv / 2 - sair da sala e esperar que a pessoa em causa adormeça, ressone e diga que não está a dormir e probia que se mude de canal / 3 - em caso da mudança de canal, amuar, fazer birra, beiço e achar que lá por estar em casa da filha pode mandar e desmandar a belo prazer.
Que sejam contra a minha forma de educar porque alguém, amigo de não sei quem, que conheçe outro alguém, ouviu alguém falar na tv nos anos idos de tempos atrás uma qualquer coisa, e esse alguém a a "pessoa querida" do momento.
Que apontem todos os meus erros de forma prejorativa quando se tem plateia.
Que se exiga ir, estar ou onde ir e estar só com a desculpa de que se está só e só se tem uma filha.
Que não compreenda que, mesmo com conhecidos em comum, família em comum, se pode não ser convidado porque os donos da casa pretendem um outro tipo de encontro.
Mas isto sou eu, a fria, calculista, egoista, engocêntrica e mal agradecida em pessoa.

2 comentários:

mumdream disse...

Assuntos que envolvem família são sempre complicados, eu passo por uma situação parecida com o meu pai, mas uma coisa entre nós ficou bem assente, em minha casa mando eu, se quiser mandar que me convide para casa dele.
Beijinhos e espero que consigas resolver essas "desavenças familiares".

soumaiseu.blogs.sapo.pt disse...

Noquitas... é chato, eu sei! Aliás é mais que chato... é uma grandessissima m...a! Beijo de consolo...

 

Template by Suck my Lolly