segunda-feira, 9 de julho de 2012

Voltei

Mas ainda estou lenta.
Não sei bem de onde apareceu esta enorme enxaqueca, só sei que ainda estou assustada com ela. O pescoço já vai recuperando, é que do esforço de vomitar e a contorção que fazia com as dores, fiquei paralizada de movimentos para o lado direito, e só agora comecei realmente a melhorar.
Entretanto, o que mais me preocupa, não é parecer uma aparvalhada na rua, com ar de que veio da selva e nunca viu, mas o facto de por vezes, já não todas as vezes como acontecia, se me baixo fico uns 2 segundos sem ver. Costumo brincar que se apagaram as luzes, mas assusta-me. Logo a seguir parece que estou num barco em mar revolto e aos poucos tudo vai acalmando.
Ando a tomar os comprimidos direitinho, porto-me muito bem e tento descansar o mais que posso. Consulta de neurologia só no final do mês, mas quase de certeza já sei a resposta que me vão dar: enxaquecas aparecem sem razões aparentes e é difícil saber porquê.
Em breve, prometo, seguiremos com a parvoíce habitual.

2 comentários:

Mamã de Salto Alto disse...

Enxaquecas fortes aparecem do nada,é verdade.Quase verdade.Convém ires pesquisar isso.Não custa nada.As melhoras.Eu realmente pensei em ti,que já não aparecias,há alguns dias.Pena ter sido por questões de saúde...

soumaiseu.blogs.sapo.pt disse...

Hoje tive uma logo de manhã e ainda não estou bem... sinto-me enjoada e azambuada! Não podiamos ter dores de cabeça simples como o comum dos mortais?

Bjinhos! Amanhã ligo-te! Dá-me um toque quando estiveres mais ou menos livre!

 

Template by Suck my Lolly