sexta-feira, 27 de julho de 2012

A moda do destralhar

Para mim a nova moda é destralhar e em tempos de crise, minimizar.
Sei que as casas são pequenas e que não se pode guardar tudo, e eu sei bem o que custa limpar uma casa cheia. Também gosto de destralhar e já tenho agendada para férias o destralhamento do quarto dos miudos, especialmente o do meu filho.
Quando transformei o "escritório" que não era mais do que a assoalhada da casa para onde ia tudo o que não tinha destino exacto, deitei coisas fora, dei outras e as que guardei fizerem-me destralhar uma arrecadação de sensivelmente pouco mais de meia dúzia de metros quadrados.
Existem blogs, sites e livros dedicados ao tema e não vou desenvolvê-lo aqui. Falo antes do outro lado da moeda, o acumular até mais não.
Quando estava em casa de baixa vi, num canal por cabo, o E! se não me angano, o destralhamento de casas várias, em que uma equipa de designers arrrumava tudo e dava à casa uma nova decoração. Ontem vi um programa parecido, mas onde não se davam decorações, nem existiam designers incluídos.
Tentava-se perceber o porquê do acumular das coisas, da razão que levava as pessoas a não conseguirem deitar fora uma folha de papel sem nada, ao ponto de chorarem e desabarem fisica e psicologicamente à frente das câmaras.
É tudo muito lindo quando por magia fica tudo novo. Mas é bem mais complicado ajudar a limpar, a deitar fora e principalmente a perceber porque se tinha chegado aquele ponto.
A primeira série é gira, tem ideias decorativas engraçadas. Fazem-se vendas de garagem, ou seja, a tralha só muda de sítio. Gostei mais da segunda. Não se fazem decorações novas mas ajuda-se muito mais as pessoas.
Pessoalmente custa-me deitar coisas fora. Principalmente roupa, tenho sempre a ideia que vai servir, que vou voltar a usar, mesmo nunca mais o fazendo. Mas ontem, quando vi aquele programa olhei para o único roupeiro onde tenho a minha roupa e a do meu marido e apeteceu-me doar metade. Acho que já tenho algo mais para fazer em férias.
Mas nas férias não era suposto descansar? Sim, só que a sensação de leveza e limpeza com que fiquei após ter destralhado o escritório foi tão boa que quero repetir.
E vocês: destralham ou acumulam?

3 comentários:

Tânia ♥ O Nosso Mundo Perfeito ♥ disse...

Eu destralho e bem!
Leva cada volta..ainda ontem!

Tenho coisas que não me consigo desfazer mas no dia do destralhar arranjo lugar certo para elas :)

Pérola disse...

Preciso de destralhar, urgentemente.
Belo verbo!

Ofereço o selo da amizade, por lá, queres?

beijinho.

mumdream disse...

Eu ao destralhar acumulo, loool.
Há coisas que me custam imenso deitar fora. Com a roupa sou como tu, só que eu estou sempre à espera de emagrecer :-(
Mas de vez em quando lá me dá a travadinha e vai tudo, sem dó nem piedade.

 

Template by Suck my Lolly