quinta-feira, 26 de abril de 2012

Ora aqui está uma medida com a qual concordo

De acordo com esta notícia para o próximo ano lectivo começa a distribuição do pequeno almoço nas escolas. E eu estou de acordo.
Lembro-me que durante o estágio da licenciatura, muitos eram os meninos que nada tinham comido de manhã, que estavam nas aulas de barriga vazia, e claro isso reflectia-se não só no rendimento como no feitio. Quando, por alguma razão, tomavam o pequeno almoço eram muito mais participativos e sociais.
Uma das situações que mais me marcou, foi numa aula fazer um jogo em que o prémio era uma tablete de Toblerone, e por acaso ter conseguido interessar um aluno, que de burro não tinha nada, mas que em nada participava. O tal aluno ganhou a tablete que vim a saber, isto num aula a meio da tarde, ser a primeira coisa que aquela criança comia naquele dia. A avó que cuidava dele e dos irmãos ainda não tinha recebido a pensão e não tinha comida para lhes dar, isto há mais de 10 anos, quando ainda não se falava da crise.
Pergunto: quantas crianças não se deitam de barriga vazia, não se levantam com ar no estômago e vão para escola assim?
Mais medidas destas por favor. É pena que seja só para o ano. A ver vamos se chega a todos e principalmente a quem precisa.

2 comentários:

Maggie disse...

Não sabia desta medida, aprovo pois claro!

Maggie

Mamã Petra disse...

Uma medida fantástica, na minha casa ninguem sai sem comer, é uma regra que não interessa atrasos nem maus humores. E sei de alguns casos assim, o meu filho no 3º ano levava o pequeno almoço para um colega,e eu pagava-lhe as senhas do almoço e havia uma professora que lhe dava o jantar, a criança fora abandonada com 8 anos e vivia sozinha numa casa, pagavam as contas mas não faziam compras para a criança, cresceu com a ajuda de todos e tornou-se um jovem fantástico. Hoje em dia tem 19 anos.

 

Template by Suck my Lolly