sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Regalia do ensino público? Porquê? No privado os pais não podem escolher a escola é?

“A lotação dos estabelecimentos tem um limite e vamos assistir a casos de escolas onde haverá exames de admissão e vamos passar também a ter escolas de primeira e de segunda”, diz Albino Almeida, alertando para o risco de não serem os pais a escolher as escola “mas sim as escolas a escolherem os filhos”, remata.

Já temos cidadãos de primeira e de segunda, mas se calhar com a crise começam os de primeira a poupar nas escolas e vão os filhos para as públicas, mas não umas públicas quaisquer, as de primeira entenda-se. Depois, as aoutras, de segunda, ficam para os filhos dos outros, dos pobres, das minorias.
Sou profundamente contra a separação de alunos, as escolas são locais de aprendizagem e como tal servem para ensinar também a integração, ou deveriam.
Mas concordo com esta afirmação, vamos ter escolas de primeira e de segunda.
Já agora pergunto, tenho duas escolas públicas na área de residência, será que me posso valer disto para não arredar pé daquela que quero?

1 comentários:

Maria Pereira disse...

Sabes que já neste momento nem a morada de residência dá acesso certo a determinadas escolas, pois conheço casos em que os miúdos moram junto a elas e já enviados para outras distantes... Agora nem quero imaginar como vai ser daqui a uns anos...

Bjs e bom fim de semana

 

Template by Suck my Lolly